“Feminicídios no Brasil, uma proposta de análise com dados do setor de saúde”

A tese  de doutorado “Feminicídios no Brasil, uma proposta de análise com dados do setor de saúde” revela que "Metade das mulheres mortas por agressões no Brasil, entre 2009 e 2014, foi assassinada dentro da própria casa, conforme dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), do Ministério da Saúde. O número inclui crianças e adolescentes. Foram mais de 2,7 mil mortes por violência provocada no período, sendo que em mais de 40% dos casos os autores são familiares, cônjuges ou ex-cônjuges. Os “casos”, entretanto, têm um nome: feminicídio. 
Defendida pela demógrafa Jackeline Aparecida Ferreira Romi, no Programa de Pós-Graduação em Demografia do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp e orientada pela docente Tirza Aidar o trabalho em breve poderá ser consultado na Biblioteca de Teses e Dissertações da Unicamp.